Contagem de mortos em naufrágio na Ásia sobe para 146

O número oficial de mortes no navio naufragado na Coreia do Sul subiu para 146. A operação de resgate continua e mais de 150 pessoas permanecem desaparecidas.

AE, Agência Estado

23 de abril de 2014 | 00h49

As vítimas são na grande maioria alunos de ensino médio de uma escola em Ansan, cidade próxima a Seul. Mais de duas terços dos 323 alunos a bordo estão mortos ou ainda não foram localizados.

O número divulgado pelo governo aumentou rapidamente desde o fim da semana, quando os mergulhadores, que enfrentavam fortes correntezas e baixa visibilidade, conseguiram finalmente entrar na embarcação.

O porta-voz da força tarefa responsável pela operação Koh Myung-seok disse que o trabalho está se tornando mais difícil e que, agora, os mergulhadores têm que quebrar as paredes das cabines para procurar mais pessoas.

Entre os 29 membros da tripulação, 22 sobreviveram e nove foram presos ou detidos nas investigações sobre o acidente. O capitão Lee Joon-seok e dois tripulantes foram presos no sábado sob suspeita de negligência e abandono do navio.

A causa do desastre ainda é desconhecida. O procurador sênior Ahn Sang-don informou que os investigadores estão considerando fatores como vento, correnteza, carga, modificações feitas na embarcação e o fato de que o navio realizou uma manobra momentos antes de começar a inclinar.

Ontem, o Ministério de Oceano e Pesca divulgou que a embarcação levou quase três minutos para realizar uma manobra de 180 graus antes de começar a inclinar. Ainda não se sabe o motivo dessa decisão. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreianaufrágio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.