Contaminação do leite na China já atingiu quase 53 mil

O balanço do número de crianças que adoeceram depois de ingerir leite contaminado na China já chegou a quase 53 mil. Ao mesmo tempo, o governo exigiu dura punição para os responsáveis pelo escândalo, que levantou muitos questionamentos acerca da segurança do setor de alimentos do país.Mais de 80% das 12.892 crianças hospitalizadas nas últimas semanas tinham no máximo 2 anos, segundo o Ministério da Saúde chinês. De acordo com um comunicado do Ministério, a maioria consumiu alimentos infantis de uma empresa, a Shijiazhuang Sanlu Group Co., fabricante de laticínios que se encontra no centro de um dos piores escândalos da indústria de alimentos da China. Outras 39.965 crianças foram atendidas nos prontos-socorros dos hospitais e consideradas "basicamente recuperadas", segundo o Ministério. No final de semana, Hong Kong informou o primeiro caso de vítima da contaminação fora da China continental - uma garota de 3 anos que desenvolveu pedras nos rins depois de beber produtos chineses derivados do leite. A menina já recebeu alta do hospital, segundo o governo de Hong Kong. Desde a descoberta da contaminação, há duas semanas, o governo chinês já recolheu das prateleiras dos supermercados os produtos de 22 empresas, nos quais os testes detectaram traços da substância química melamina. As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.