Contaminações na China agora atingem iogurte e sorvete

Hong Kong determinou na quinta-feirao recolhimento de produtos de uma empresa chinesa por causa dapresença da substância melamina em 8 de 30 produtos analisados,como leite, sorvete e iogurte. A avaliação da agência de segurança alimentar do territórioé a primeira verificação independente de que a contaminação demelamina, até então restrita ao leite em pó, ocorre em diversostipos de laticínios. O Grupo Industrial Yili é uma das 22 empresas chinesasenvolvidas na contaminação do leite em pó, que já matou quatrocrianças e provocou sintomas em mais de 6.000. A empresa foiuma das patrocinadoras da recente Olimpíada de Pequim. "Estamos recolhendo os produtos da Yili, e o importadortambém está recolhendo todos os produtos da Yili, da marcaYili", disse Constance Chan, superintendente do Centro para aSegurança Alimentar de Hong Kong. Segundo ela, entre os oito produtos rejeitados há leites,bebidas lácteas, iogurtes, sorvetes de massa e picolés. O anúncio de Hong Kong (um território chinês com autonomiaadministrativa) deve constranger a China, que até agora sóidentificou a contaminação por melamina no leite em pó. As autoridades de Hong Kong decidiram testarsistematicamente todos os demais laticínios produzidos na Chinacontinental, mesmo de outras marcas. Sem entrar em detalhes, Chan disse que os produtoscontaminados da Yili vieram de duas linhas de produçãodiferentes. Ela acrescentou que os resultados serão informadosàs autoridades chinesas. (Reportagem de James Pomfret)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.