Conteúdo ?terrorista? de livros preocupa mexicanos

O Ministério da Educação do México está preocupado com o conteúdo de material paradidático para escolas primárias que qualifica de "terroristas" os rebeldes zapatistas de Chiapas e de "criminosos em potencial" os menores de rua. O ministério busca meios legais para supervisionar o material, apresentado como texto complementar e distribuído livremente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.