Continental é multada por queda de Concorde em 2000

Um tribunal francês multou a Continental Airlines em 200 mil euros hoje, após concluir que a empresa dos Estados Unidos era "criminalmente responsável" por um acidente com um avião Concorde, ocorrido em 2000. O acidente foi causado por uma peça de metal deixada na pista do Aeroporto Charles de Gaulle, na França.

GABRIEL BUENO, Agência Estado

06 de dezembro de 2010 | 15h31

O avião pegou fogo na decolagem e acabou caindo em Gonesse, no subúrbio de Paris. Cento e treze pessoas morreram. O tribunal determinou que um funcionário da Continental cumpra uma sentença de 15 meses de liberdade condicional. Outro funcionário da companhia e três ex-funcionários da aviação civil francesa foram absolvidos no caso. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.