Continua busca dos desaparecidos em naufrágio na Indonésia

O Serviço Nacional de Busca e Resgate (Basarnas) da Indonésia prossegue nesta quarta-feira a busca das cerca de 400 pessoas desaparecidas após o naufrágio de um navio de passageirosnas águas de Java, depois que na terça-feira foram encontrados 17 sobreviventes em uma ilha.O general Yulistiono, porta-voz da Armada na cidade de Semarang,de onde se coordenam as operações de resgate, assinalou que as 17 pessoas conseguiram chegar à ilha de Tanjung Puma Bawean após o naufrágio, ocorrido no sábado. Yulistiono não informou quando serão retirados da ilha, já que as condições meteorológicas na região continuam muito ruins.Das 628 pessoas que viajavam no Senopati Nusantara quando afundou na costa de Java Central só se resgataram 208 com vida e recuperaram doze cadáveres.O ministro dos Transportes indonésio, Hatta Radjasa, declarou que as operações de resgate vão se prolongar "durante o tempo necessário para se encontrar as vítimas".O porta-voz da Basarnas, Eko Prayitno, declarou ao jornal "ThePoint" que se avistaram mais sobreviventes navegando à deriva embotes salva-vidas e que ainda não puderam ser resgatados devido ao temporal e aos fortes correntes.Após o acidente, o presidente da Indonésia, Susilo BambangYudhoyono, ordenou ao ministro dos Transportes que elabore umrelatório sobre o estado de todos os navios a motor de transporte. O presidente também chamou a atenção de todo o pessoal envolvido no transporte de passageiros para que preste mais atenção aos fatores meteorológicos.As fortes tempestades registradas nas últimas semanas provocaramvários acidentes marítimos e poderiam ser a causa do desaparecimento na segunda-feira de um avião com 102 pessoas a bordo que sobrevoava o mar de Java e ainda não foi encontrado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.