Continua esforço para Irã seguir resoluções, diz Ban

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, disse na manhã de hoje que a entidade continuará empenhada em fazer com que o governo do Irã se comprometa a seguir as resoluções do Conselho de Segurança na questão nuclear. "Continuaremos nossos esforços para que o governo (iraniano) se comprometa construtivamente com a comunidade internacional e siga completamente as resoluções do Conselho de Segurança", afirmou ele, na abertura do Debate Geral da 65ª Assembleia Geral da ONU.

LUCIANA XAVIER, Agência Estado

23 de setembro de 2010 | 11h59

Ban Ki-moon citou ainda os problemas entre Israel e os palestinos e a necessidade de se conseguir "sucesso nas negociações", além de continuar perseguindo a paz e segurança em países como Somália e Sudão. O secretário-geral também fez menção indireta à crise internacional, ao dizer que "as desigualdades sociais estão crescendo". "Por todos os lugares as pessoas estão vivendo com medo de perder seus empregos e suas fontes de renda."

De acordo com Ban Ki-moon, dos 192 países membros da ONU, 137 vieram para a Assembleia Geral deste ano a fim de discutir e apresentar resultados alcançados nas Metas de Desenvolvimento do Milênio (MDMs), estabelecidas em 2000 e que devem ser atingidas até 2015.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.