Contra inflação, Venezuela aprova cortar 3 zeros da moeda

A Venezuela aprovou na quarta-feira eliminar três zeros da moeda local, o bolívar, a partir do próximo ano com o objetivo de conseguir um efeito psicológico positivo para combater a inflação elevada no país. A medida, aprovada pelo presidente Hugo Chávez no marco da Lei Habilitante, que lhe garantiu poderes especiais para legislar sobre diversas matérias, entrará em vigor a partir de 1º de janeiro de 2008. Segundo foi publicado na quarta-feira no Diário Oficial, o bolívar resultante da reconversão continuará sendo representado com o símbolo de "Bs". "Todo o dinheiro expressado em moeda nacional antes da data citada deverá ser convertido para a nova unidade, dividindo por 1.000, e levando ao centésimo mais próximo", informou o decreto. Segundo o texto, os preços, salários, assim como os tributos e demais somas em moeda nacional contidas em estados financeiros ou outros documentos contáveis, deverão ser convertidos conforme a lei a partir de 2008.

Agencia Estado,

07 de março de 2007 | 17h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.