Scott Olson/Getty Images/AFP
Scott Olson/Getty Images/AFP

Convenção democrata: Michelle Obama encerrará primeira noite de discursos

Lista de oradores da primeira noite, que se encerra com a ex-primeira-dama, inclui ao menos quatro nomes ligados ao Partido Republicano; drive-ins pelo país transmitirão evento  

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2020 | 17h22

WASHINGTON - A Convenção Nacional Democrata, que formalizará a chapa Joe Biden/Kamala Harris na disputa pela presidência dos EUA, começa na noite desta segunda-feira, 17, e será realizada até quinta-feira. A programação, incluindo lives com artistas, ocorre durante todo o dia, mas os principais discursos começarão às 22h (horário de Brasília), previstos para terminar à meia-noite. A ex-primeira-dama Michelle Obama encerra o primeiro dia do evento.  

Programada para julho, a convenção foi adiada em razão da pandemia de coronavírus que atinge duramente os EUA. Excepcionalmente este ano, ela será quase totalmente digital.  O evento foi planejado para Milwaukee (Wisconsin) e, embora alguns dos eventos do partido ainda ocorram lá, a maioria foi severamente restrita. Biden e Kamala farão seus discursos no Chase Center em Wilmington, Delaware - um centro de eventos à beira-mar.  

A equipe de bastidores envolve cerca de 400 pessoas distribuídas em centros de operação em Nova York, Milwaukee, Los Angeles e Wilmington. Cerca de 300 locais de cinema drive-in espalhados pelo país transmitirão o evento. 

Para Entender

Eleições nos EUA: entenda o processo eleitoral americano

Saiba como funcionam bipartidarismo, prévias, escolha dos vices, colégio eleitoral, votos, apuração e pesquisas na disputa presidencial dos Estados Unidos

Os oradores das convenções partidárias americanas costumam ser uma mistura de vitrines do partido, estrelas em ascensão e pessoas comuns, sem ligação direta com a política, que contam suas histórias que ilustram alguns dos principais temas escolhidos pela campanha. 

Os palestrantes receberam kits de produção de vídeo pelo correio, com equipamentos básicos como microfones, iluminação e roteadores avançados, para que possam produzir e transmitir suas próprias tomadas.

Veja quem são os oradores da primeira noite: 

Michelle Obama

Ex-primeira-dama dos EUA e uma das figuras mais populares do Partido Democrata

Bernie Sanders 

Senador independente de Vermont que foi oponente de Biden e de Hillary Clinton em 2016 e forte influente da ala progressista democrata 

Gretchen Whitmer

Governadora de Michigan que chegou a ser cotada para compor a chapa com Biden

Andrew M. Cuomo

Governador de Nova York, democrata  

Catherine Cortez Masto

Senadora de Nevada que se tonrou a primeira líder latina do Comitê de Campanha Democrata ao Senado 

James E. Clyburn

Deputado democrata da Carolina do Sul, onde Biden teve sua primeira vitória expressiva nas primárias, graças ao apoio substancial da comunidade negra 

Cedric Richmond

Deputado democrata da Louisiana e ex-presidente da Bancada de Deputados Negros do Congresso 

Bennie Thompson

Deputado democrata do Mississippi e presidente da Comissão de Segurança Interna da Câmara 

Gwen Moore

Deputada democrata do Wisconsin, Estado que tecnicamente recebe a convenção virtual 

John Kasich

Ex-governador republicano de Ohio que concorreu com Trump pela indicação do partido em 2016 e se tornou uma importante voz em oposição ao presidente 

Doug Jones

Senador do Alabama, cuja reeleição é a que mais preocupa os democratas este ano 

Amy Klobuchar

Senadora democrata de Minnesota, outro Estado-chave, que também disputou as primárias do partido 

Muriel Bowser

Prefeita da cidade de Washington, que travou vários embates com o presidente Trump no âmbito do movimento Black Lives Matter este ano 

Kristin Urquiza

Uma mulher que perdeu seu pai para a covid-19 

Sarah Gideon

Uma candidata democrata ao Senado que tentará derrotar Susan Collins no Maine e ajudar o partido a conquistar a maioria na Casa 

Christine Whitman

Ex-governadora republicana de New Jersey 

Meg Whitman

Republicana e ex-CEO da Hewlett Packard 

Susan Molinari

Ex-membro republicana do Congresso de Nova York./W. POST

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.