Conversa entre Irã e AIEA não mostra progresso real, dizem diplomatas

Aproximação frustrada em 2012 foi citada como 'tática de bloqueio do Irã'

O Estado de S. Paulo,

02 de outubro de 2013 | 20h45

VIENA - A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) e o Irã aparentemente avançaram pouco nas conversas da semana passada e ainda não se sabe se a atitude mais positiva de Teerã ajudará a resolver um prolongado impasse, disseram diplomatas nesta quarta-feira, 2.

O Irã disse à agência nuclear da ONU na reunião de sexta-feira que deseja alcançar resultados substanciais dentro de poucos meses nas conversações sobre um inquérito da agência a respeito da suspeita de que a República Islâmica busque construir uma bomba atômica, de acordo com um diplomata.

Mas esse e outros diplomatas foram informados sobre discussões realizadas a portas fechadas que as esperanças também cresceram antes de encontros entre Irã e AIEA no início de 2012, mas foram por água abaixo pelo que as potências ocidentais disseram ser uma tática de bloqueio do Irã. Teerã nega buscar uma arma nuclear.

As primeiras conversas entre Irã e AIEA desde que Hassan Rouhani assumiu a Presidência do país, em agosto, foram observadas de perto pelo Ocidente em busca de qualquer sinal de mudança por parte de Teerã em relação à postura desafiadora de seu antecessor, Mahmoud Ahmadinejad.

Irã e AIEA descreveram as negociações como "construtivas" e disseram que vão se reuniu novamente em 28 de outubro, mas não deram detalhes da pauta do encontro. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
IrãAIEAHassan RouhaniONY

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.