Coréia do Norte admite possuir armas nucleares

A Coréia do Norte admitiu pela primeira vez possuir armas nucleares para enfrentar os Estados Unidos em caso de confronto, informou hoje a rádio estatal norte-coreana. O governo de Pyongyang desenvolveu "poderoso armamento militar, incluindo armas nucleares" para enfrentar a "crescente ameaça atômica" por parte dos Estados Unidos, afirmou a emissora, citada pelo site da BBC na Internet. No mês passado, o governo de Washington denunciou que a Coréia do Norte havia admitido que conta com um programa para a produção de urânio enriquecido, material utilizado como base de fabricação de armas nucleares. O presidente americano, George W. Bush, que incluiu a Coréia do Norte entre os países que, para ele, formam o "eixo do mal" (junto ao Iraque e Irã), reiterou em várias ocasiões à nação comunista que desista de seu programa nuclear. Por sua vez, a rádio estatal norte-coreana acusou os Estados Unidos de "caluniar e insultar" o país asiático e de "ameaçar o direito de existência e de soberania".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.