Coreia do Norte ameaça atacar o Sul se exercícios de artilharia forem realizados

A Coreia do Norte ameaçou ontem atacar a Coreia do Sul se o país levar adiante os exercícios de artilharia com munição real previstos para o fim de semana na Ilha de Yeonpyeong, que Pyongyang bombardeou no dia 23 matando quatro sul-coreanos. A Coreia do Norte tinha feito alerta semelhante antes de bombardear a ilha sul-coreana, que fica a 11 quilômetros da costa norte-coreana. O governo de Seul disse que se não houver mau tempo realizará os exercícios. O Norte, que considera suas as águas próximas da ilha, diz que os exercícios infringem seu território. O bombardeio foi o primeiro da Coreia do Norte a provocar morte de civis desde a guerra entre os dois países (1950-53), que foi encerrada apenas por um armistício.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.