Coréia do Norte ameaça deixar reunião se for alvo de críticas

A Coréia do Norte ameaça abandonar a conferência sobre segurança de Kuala Lumpur se os outros países participantes criticarem seus testes de mísseis no comunicado conjunto que será emitido nesta sexta-feira, informaram fontes diplomáticas.O ministro de Relações Exteriores norte-coreano, Paek Nan Sun, lançou a ameaça durante o encontro desta manhã de sexta entre os chefes da diplomacia para abordar assuntos relativos à segurança internacional. Entre eles, os programas nucleares e balísticos do regime de Pyongyang."Rejeitamos de forma categórica a minuta do comunicado e vamos sair do Fórum de Cooperação da Asean se ele não for modificado", disse o ministro norte-coreano, segundo um dos delegados.Pyongyang também protestou contra o apoio à resolução adotada dia 15 de julho pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas, que condena os testes norte-coreanos.O fórum tem a participação de 24 países mais a União Européia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.