Coréia do Norte ameaça Sul com "desastre indescritível"

A Coréia do Norte ameaçou a Coréia do Sul com um ?desastre indescritível? caso o governo de Seul corrobore a linha dura dos Estados Unidos na crise sobre a tecnologia nuclear norte-coreana. ?O sul vai sofrer um desastre indescritível caso opte pelo confronto?, disse Pak Chang-ryon, negociador-chefe da Coréia do Norte nas conversações econômicas entre os dois países.Foi a primeira manifestação oficial norte-coreana após o encontro entre o presidente sul-coreano, Roh Moo-hyun, e seu colega americano, George W. Bush, na semana passada em Washington. Estados Unidos e Coréia do Sul ameaçaram tomar ?medidas adicionais? contra o regime de Kim Jong-il, se ele continuar alimentando a tensão na península coreana.Não ficou claro, após o encontro entre Bush e Roh, quais seriam essas medidas adicionais, mas Pak Chang-ryon já avisou que elas não serão toleradas. ?Se o sul adotar o caminho do confronto, falando sobre a assim chamada crise nuclear ou ´medidas adicionais´, os laços entre o norte e o sul não serviriam para nada?, disse ele.As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.