Coreia do Norte ameaça usar EUA como alvo

A Coreia do Norte advertiu ontem que realizará novos lançamentos de foguetes e testes de armas nucleares tendo os EUA como alvo, numa elevação do tom das ameaças contra o seu "inimigo declarado".

SEUL, O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2013 | 02h03

Feito pelo principal órgão militar norte-coreano, o anúncio veio um dia depois de o Conselho de Segurança da ONU aprovar uma resolução condenando a Coreia do Norte por ter lançado um foguete em dezembro e violado sanções internacionais.

"Não estamos disfarçando o fato de que vários satélites e foguetes de longo alcance que dispararemos, além de um teste nuclear de alto nível que vamos realizar, estão direcionados para os EUA", disse a Comissão Nacional de Defesa da Coreia do Norte, segundo a agência estatal de notícias KCNA.

A Coreia do Sul e outros observadores acreditam que a Coreia do Norte está "tecnicamente pronta" para um terceiro teste nuclear, e a decisão de ir adiante depende do líder Kim Jong-un.

O secretário americano de Defesa, Leon Panetta, disse que os EUA estão "totalmente preparados" para "qualquer tipo de provocação" da Coreia do Norte. Segundo ele, o regime de Pyongyang tem duas opções: "negociar" os assuntos que preocupam a comunidade internacional ou continuar com esse "comportamento provocador".

A China, principal aliado diplomático da Coreia do Norte, concordou com a nova resolução, assim como havia aceitado a imposição de sanções após os testes nucleares de 2006 e 2009. Analistas creem que a Coreia do Norte pode realizar seu teste já em fevereiro. Uma hipótese é que faça a explosão no dia 16, aniversário do líder Kim Jong-il, morto em 2011. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.