Coréia do Norte celebra 55 anos de fundação

A Coréia do Norte comemorou nesta terça-feira os 55 anos de sua fundação com hinos patrióticos, discursos nacionalistas e desfiles militar e civil. Mas equipamentos bélicos pesados não foram exibidos, uma aparente concessão simbólica que pode reduzir as tensões, depois das ameaças do regime de Pyongyang de promover testes nucleares.Apesar de a mídia sul-coreana ter previsto um grande show de força militar na comemoração, apenas 10 mil homens, militares e civis, marcharam pela capital, Pyongyang. O desfile foi acompanhado por centenas de milhares de espectadores, entre eles o líder do país, Kim Jong II, e autoridades estrangeiras.A Coréia do Norte tem o quinto mais poderoso exército no mundo. São 1,1 milhão de soldados em suas forças armadas. A República Popular Democrática da Coréia foi fundada em 9 de setembro de 1948, com respaldo soviético. Dois anos depois, tropas norte-coreanas invadiram a Coréia do Sul dando início a uma guerra que se prolongou por quatro anos. A luta terminou com um armistício e com o estabelecimento da fronteira mais vigiada do mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.