Coréia do Norte descarta retomar negociação do programa nuclear

Uma autoridade da Coréia do Norte afirmou, nesta segunda-feira, ser improvável que sejam retomadas em breve negociações internacionais sobre o programa de armas nucleares do país, devido a recusa de Washington de suspender restrições financeiras a empresas relacionadas a Pyongyang."Não acredito que as conversações de seis partes irão ocorrer em futuro próximo", disse o chefe do Departamento Europeu do Ministério do Exterior da Coréia do Norte, So Chol. "Isto devido ao fato de nosso pessoal não encontrar qualquer evidência de que os americanos estejam no caminho de suspender sanções financeiras a nosso país".No ano passado, Washington impôs restrições a um banco baseado em Macau e a companhias norte-coreanas acusando-os de ajudar o governo comunista a lavar dinheiro, falsificar dólares e na proliferação de armas.Pyongyang tem dito que só retornará às conversações nucleares envolvendo Coréia do Norte, EUA, China, Rússia, Japão e Coréia do Sul depois que as sanções forem suspensas, mas Washington alega que a questão envolve leis internacionais e está separada das negociações nucleares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.