Coreia do Norte é acusada de desenvolver novo míssil

A Coreia do Norte desenvolveu recentemente um novo tipo de míssil capaz de atingir a região norte da Austrália e o território americano de Guam, informou hoje o ministro da Defesa da Coreia do Sul.O anúncio vem em meio a especulações de que aquele regime isolado estaria preparando também o teste de mais um projétil, que poderia atingir o Alasca. O míssil balístico de médio alcance pode viajar pelo menos 3 mil quilômetros, o que colocaria em risco a ilha do Pacífico de Guam, o norte da Austrália, e parte da Rússia e da Índia. Não foi dado nenhum detalhe sobre quando e como exatamente os mísseis foram desenvolvidos e onde estariam as bases de lançamento. A relação entre as duas Coreias tem sido tensa desde que o presidente da Coreia do Sul, Lee Myung-bak, assumiu o cargo há um ano. À época, ele pediu que a Coreia do Norte honrasse seu compromisso de desativar seu programa nuclear e se recusou a dar ajuda incondicional ao país vizinho. As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.