AFP PHOTO / POOL / JO Yong-hak
AFP PHOTO / POOL / JO Yong-hak

Coreia do norte está disposta a dialogar com os EUA, diz membro do regime

Questões polêmicas como o programa nuclear do país asiático estariam em pauta no diálogo com os americanos

Flavia Alemi, O Estado de S.Paulo

25 Fevereiro 2018 | 10h57

A Coreia do Norte está disposta a dialogar com os Estados Unidos, anunciou o responsável pelas relações intercoreanas do Partido Trabalhista, o general Kim Yong-chol. O comunicado foi feito pelo porta-voz após uma reunião com o presidente Moon Jae-in neste domingo, segundo a Yonhap, agência estatal de notícias do país.

"O presidente Moon apontou que o diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte deve acontecer em breve para uma melhora da relação entre as Coreias e resolução das questões na Península", afirmou o porta-voz da Cheong Wa Dae (sede do governo sul-coreano), Kim Eui-kyeom.

De acordo com a Yonhap, tais questões incluem o programa nuclear da Coreia do Norte, sobre o qual o presidente Moon teria frisado a necessidade de ser finalizado.

+++ Tóquio detecta suposta violação das sanções contra Pyongyang impostas pela ONU

+++ Coreia do Norte cancelou reunião com vice americano no 'último minuto'

O indício de um diálogo entre as partes ocorre em meio aos Jogos Olímpicos de Inverno, que tiveram, de última hora, a participação da Coreia do Norte. O evento terminou neste domingo e contou com a presença do general norte-coreano Kim Yong-chol e de Ivanka Trump, a filha mais velha do presidente dos EUA, Donald Trump.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.