Korean Central News Agency/Korea News Service via AP
Korean Central News Agency/Korea News Service via AP

Coreia do Norte estaria preparando um novo teste de míssil, segundo EUA

Disparo ‘provavelmente’ ocorrerá no dia 27 de julho, data do 64.º aniversário do armistício que acabou com a Guerra da Coreia

O Estado de S.Paulo

26 Julho 2017 | 15h40

WASHINGTON - O Pentágono detectou sinais de que a Coreia do Norte estaria preparando um novo teste de míssil, revelou na terça-feira 25 um alto funcionário de Defesa em Washington.

O tiro "provavelmente" ocorrerá na quinta-feira, dia 27 de julho, data do 64.º aniversário do armistício que acabou com a Guerra da Coreia, disse o funcionário, que pediu para não ser identificado. A data é celebrada todos os anos na Coreia do Norte como o Dia da Vitória.  

O teste envolveria um míssil balístico intercontinental (ICBM), um KN-20 ou um Hwasong-14. A agência de notícias sul-coreana Yonhap informou que Seul detectou supostos preparativos para um tiro de míssil por parte de Pyongyang.

"Há uma forte possibilidade de que o Norte efetue um teste em torno do armistício de 27 de julho", declarou à Yonhap um funcionário do governo sul-coreano. De acordo com a fonte, "movimentos de veículos que transportavam tubos de lançamento foram observados de maneira contínua na Província de Pyongan do Norte", no oeste do país.

Este seria o segundo tiro de ICBM de Pyongyang, após o teste bem sucedido do dia 4 de julho, que alarmou o mundo. A Coreia do Norte pretende desenvolver um míssil capaz de lançar uma ogiva nuclear no território americano. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.