Coréia do Norte executa 15 por tentativa de fuga à China

Segundo governo, execução é uma advertência aos que tentem atravessar a fronteira de forma ilegal

Efe,

06 de março de 2008 | 02h44

A Coréia do Norte executou 15 norte-coreanos em público por tentar fugir ou ajudar outras pessoas a escapar através da fronteira com a China, informa nesta quinta-feira, 6, o jornal sul-coreano Kyonghyang Sinmun. Segundo o grupo "Bons amigos", que ajuda refugiados norte-coreanos, treze mulheres e dois homens foram executados a tiros há duas semanas em uma ponte em Onseong, localidade fronteiriça com a China, na província de Hamkyong. O organismo indicou que a maioria tentava fugir ou ajudar outros moradores a atravessar a fronteira com a ajuda de seus familiares estabelecidos na China. Segundo as fontes, as autoridades norte-coreanas avisaram a todos os cidadãos da localidade para que assistissem à execução. Um funcionário norte-coreano informou que se tratou de uma advertência aos que tentem atravessar a fronteira de forma ilegal.

Tudo o que sabemos sobre:
Coréia do NorteChinaexecução

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.