Coréia do Norte fará 'anúncio importante', diz jornal

A Coréia do Norte pode fazer um anúncio "importante" nesta segunda-feira, em meio a rumores de que o recluso líder do país, Kim Jong-Il, ficou seriamente doente. Citando uma fonte não identificada do Ministério da Defesa norte-coreano, o jornal japonês Sankei Shimbun informou hoje que um "anúncio de informação importante será feito em 20 de outubro" pelo governo da Coréia do Norte. "Não está claro se a informação está relacionada à saúde de Kim", diz o jornal. A Coréia pode proibir a entrada de estrangeiros no país a partir de segunda-feira, segundo o Sankei. A fonte do Ministério da Defesa disse ao jornal que nenhuma movimentação militar importante foi detectada na Coréia do Norte. O jornal citou rumores vagos de que a Coréia do Norte poderia anunciar a morte de Kim ou a substituição do líder em conseqüência de um golpe.Boatos sobre o estado de saúde de Kim começaram a circular após a ausência dele no desfile de 9 de setembro, quando se comemoraram os 60 anos de fundação do país. A reportagem do Sankei saiu um dia depois de o jornal Yomiuri Shimbun, também do Japão, ter noticiado que a Coréia do Norte ordenou que seus diplomatas no exterior se preparem para um "anúncio importante", que pode estar relacionado à saúde de Kim. Os diplomatas receberam ordens de Pyongyang para não viajar antes do anúncio, que deve ocorrer em poucos dias, segundo o jornal. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.