Coréia do Norte faz cerimônia histórica sem o presidente

O presidente da Coréia do Norte, Kim Jong Il, não foi visto hoje na parada militar realizada para celebrar os 60 anos da fundação do país. Nos últimos dias, a mídia sul-coreana especulou que o líder de 66 anos teria adoecido e estaria recebendo tratamento médico. A última aparição conhecida de Kim ocorreu em 14 de agosto.Numa transmissão acompanhada a partir de Seul, a Televisão Central da Coréia mostrou um palanque no qual estavam o número 2 na hierarquia de poder do país, além de outras autoridades. Kim Jong Il não foi mostrado.A agência japonesa de notícias Kyodo informou que o presidente norte-coreano não estava presente. A agência estatal de notícias da Coréia do Norte não fez menção ao assunto.Em Washington, uma fonte nos serviços secretos americanos afirmou haver motivos para acreditar que Kim Jong Il tenha adoecido, uma vez que não estava presente, e citou a possibilidade de o líder norte-coreano ter sofrido um derrame. Essa fonte e um outro funcionário americano conversaram sob condição de anonimato porque estavam mencionando informações consideradas delicadas.Kim não é visto em público há quase um mês e autoridades americanas acompanharam com atenção a parada militar de hoje em busca de pistas sobre a saúde do líder comunista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.