Coreia do Norte inaugura sua primeira pizzaria

Ditador teria mandado cozinheiros do restaurante treinar na Itália; país tem 9 mi com falta de comida

BBC Brasil, BBC

17 de março de 2009 | 02h51

A primeira pizzaria da Coreia do Norte foi inaugurada há três meses na capital do país, Pyongyang, de acordo com o jornal norte-coreano baseado no Japão Choson Sinbo. Segundo a publicação, os cozinheiros do novo restaurante foram enviados pelo presidente norte-coreano, Kim Jong-il, para serem treinados na Itália.

De acordo com o gerente do restaurante, Kim Sang-soon, o líder do país comunista teria afirmado que a pizzaria fará com que os norte-coreanos possam experimentar "alguns dos mais famosos pratos do mundo". "Ele (Kim Jong-il) pediu que fosse inaugurado um restaurante especializado em culinária italiana", disse o gerente.

Segundo a publicação, que segue uma linha pró-governo da Coreia do Norte, a farinha, manteiga e queijo usados nos pratos seriam importados da Itália. O jornal ainda afirma que o restaurante tem estado cheio de clientes desde que foi inaugurado, no último mês de dezembro.

Muitos dos clientes da pizzaria puderam experimentar a culinária italiana pela primeira vez. "Eu sabia pela televisão e por publicações que pizza e espaguete eram comidas famosas em todo o mundo, mas esta é a primeira vez que experimento", disse o cliente Jong Un-suk, segundo o jornal.

O gerente do restaurante afirma que, no ano passado, os cozinheiros da casa foram enviados a Roma e Nápoles, na Itália, para aprenderem como criar pizzas e massas "autênticas". Depois, voltaram à Coreia do Norte para aperfeiçoar as técnicas por meio de "tentativa e erro", disse Kim Sang-soon.

Mas é possível que os planos para inaugurar o restaurante sejam muito mais antigos. Em 1997, o chef italiano Ermanno Furlanis foi à Coreia do Norte levando alguns fornos de pizza. Em uma entrevista à BBC em 2004 ele contou ter dado aulas de culinária para três oficiais das Forças Armadas do país. Furlanis contou que os oficiais tomaram muitas notas das lições e fizeram perguntas detalhadas, como qual deveria ser a distância entre as azeitonas em uma pizza.

Mesmo assim, provavelmente poucos norte-coreanos poderão experimentar as pizzas do restaurante. A Coreia do Norte é um dos países mais pobres do mundo e depende de ajuda humanitária para alimentar sua população.

De acordo com o Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas, mais de 9 milhões de norte-coreanos estão sofrendo com falta de comida neste inverno. Estima-se que cerca de 2 milhões de norte-coreanos tenham morrido de fome desde 1990. Uma elite rica, no entanto, consegue ter um estilo de vida mais luxuoso.

O líder Kim Jong-il é conhecido por ter hábitos caros. Segundo comentários de pessoas que já o visitaram, ele seria um apreciador de caviar, vinhos franceses, sopa de barbatana de tubarão e conhaque.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do Norte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.