AP
AP

Coreia do Norte indica que receberá AIEA em um futuro 'próximo'

Pyongyang se comprometeu a suspender temporariamente seu programa de enriquecimento de urânio

Efe,

13 de março de 2012 | 08h31

SEUL - A Coreia do Norte indicou nesta terça-feira, 13, que os inspetores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) poderão ir ao país comunista "em um futuro próximo" para revisar suas instalações, após o acordo alcançado recentemente com os Estados Unidos, informou a agência sul-coreana "Yonhap".

 

Veja também:

linkAcordo marca 'estreia' de novo líder norte-coreano

blog CHACRA: Por que o mundo convive com uma Coreia do Norte nuclear, mas não com o Irã?

video TV ESTADÃO: Pyongyang quer normalizar relações

"Acho que (o retorno dos inspetores) acontecerá em um futuro próximo", avaliou o enviado nuclear da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, em declarações recolhidas pela "Yonhap" em Nova York, onde o também vice-ministro das Relações Exteriores norte-coreano participa de um fórum acadêmico de segurança.

No final do mês passado, Pyongyang se comprometeu a suspender temporariamente seu programa de enriquecimento de urânio e seus testes nucleares e balísticos, assim como a permitir o acesso dos inspetores da AIEA ao país, em troca de 240 mil toneladas de ajuda alimentícia de Washington.

O enviado nuclear norte-coreano acrescentou que seu Governo está disposto a melhorar as relações com os Estados Unidos se o desejo for mútuo.

Quanto às relações intercoreanas, Ri considerou que há uma aparente falta de vontade de Seul para pôr em prática os acordos alcançados em época de distensão para a reconciliação na península e a expansão de projetos econômicos conjuntos. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do NortenuclearAIEA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.