Lee Jae-Won/Reuters
Lee Jae-Won/Reuters

Coreia do Norte manterá seu programa espacial, diz jornal japonês

Apesar do fracasso do lançamento do foguete Unha-3, Pyongyang prepara outro satélite

Efe,

16 de abril de 2012 | 08h40

TÓQUIO - A Coreia do Norte manterá seu programa espacial apesar do fracasso, na sexta-feira, 13, do lançamento um foguete de longo alcance com o suposto objetivo de colocar em órbita um satélite, informou nesta segunda-feira, 16, o jornal japonês Choson Sinbo.

A publicação, que citou uma fonte do Comitê norte-coreano de Tecnologia Espacial, disse que Pyongyang prepara o desenvolvimento de outro satélite e um foguete portador maior que o Unha-3, utilizado no lançamento da semana passada.

O foguete norte-coreano caiu no mar dois minutos após decolar. Segundo os Estados Unidos, Coreia do Sul e Japão, que pediram que Pyongyang desistisse da ação, o lançamento encobria um teste com um míssil.

O jornal informou que o lançamento corresponde a primeira etapa de um programa qüinqüenal norte-coreano que começou neste ano para colocar em órbita um satélite meteorológico.

A publicação pró-Coreia do Norte acrescentou que Pyongyang manterá suas aspirações espaciais encorajado pelas instruções do líder Kim Jong-il, morto no ano passado, que considerava o programa necessário para construir uma nação próspera e poderosa.

Neste domingo, 15, seu filho e atual líder do país, Kim Il-sung, se comprometeu em seu primeiro discurso público, realizado durante as comemorações do centenário do fundador do país, a respeitar as instruções de seu pai.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.