Coréia do Norte mostrará programa nuclear em breve, diz Rice

Secretária de Estado americana anuncia que Pyongyang dará declaração de atividades nucleares à China

Reuters,

18 de junho de 2008 | 17h19

A Coréia do Norte produzirá em breve a declaração de seu programa nuclear, atrasada em muito tempo, informou a secretária de Estado americana Condoleezza Rice nesta quarta-feira, 18. "A Coréia do Norte dará em breve a declaração de seu programa nuclear à China", disse a secretária em um discurso na Fundação Heritage, ao fazer uma ampla defesa às políticas da administração Bush sobre o isolado Estado comunista. Veja também:Coréia do Norte é 'ameaça séria', diz secretário dos EUA A Coréia do Norte deve um reporte de seu programa nuclear desde o final de 2007, após um acordo multilateral onde o país se comprometeu a abandonar as atividades nucleares em troca de incentivos econômicos e diplomáticos. A China lidera os diálogos das seis nações, que inclui as duas Coréias, o Japão, a Rússia e os Estados Unidos, no acordo multilateral criado em setembro de 2005.  Uma vez que a Coréia fizer a declaração, o presidente americano George W. Bush poderá notificar ao Congresso sua intenção de remover o país da lista americana das nações patrocinadoras do terrorismo e cessar as sanções, destacou Rice. "Depois de 45 dias, após as ações terem efeito, continuaremos a avaliar o nível de cooperação da Coréia do Norte ajudando a verificar a precisão de sua declaração", acrescentou. "E, se a cooperação for insuficiente, responderemos de forma apropriada", ameaçou a secretária.

Tudo o que sabemos sobre:
Coréia do Norteprograma nuclearEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.