Coréia do Norte nega ter fornecido urânio à Líbia

A Coréia do Norte negou neste sábado informes segundo os quais teria fornecido urânio à Líbia em segredo no início de 2001. O governo norte-coreano atribuiu a acusação a uma campanha de difamação liderada pelos Estados Unidos.No início da semana, o jornal The New York Times publicou que inspetores internacionais teriam descoberto evidências de que o urânio fornecido à Líbia era proveniente da Coréia do Norte, e não do Paquistão, como se acreditava anteriormente.?Não houve nenhum negócio envolvendo urânio enriquecido entre a Coréia do Norte e a Líbia", garantiu a agência estatal de notícias KCNA neste sábado em despacho recebido em Seul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.