Coréia do Norte nega teste nuclear

A Coréia do Norte informa que a explosão registrada em seu território semana passada, que levantou uma enorme nuvem em forma de cogumelo e causou temores de que o país comunista estivesse testando armas atômicas, na verdade deveu-se à destruição planejada de uma montanha para um projeto de hidroeletricidade. Um diplomata britânico foi convidado a visitar o local. Diversos especialistas e autoridades internacionais já haviam dito não acreditar que a detonação ? perto da fronteira com a China - estivesse ligada ao programa nuclear norte-coreano. No entanto, um funcionário do governo Bush diz haver informação de que a Coréia do Norte tenta realizar um teste atômico. Um representante da ONU, que pediu para não ter o nome revelado, disse que a Organização do Tratado de Banimento de Testes Nucleares ? organismo da ONU que monitora explosões em todo o mundo, em busca de sinais de atividade nuclear ? não detectou sinais de que a detonação na Coréia tenha sido nuclear.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.