Coreia do Norte pode lançar míssil no fim de semana, diz Seul

Sul-coreanos dizem que suposto satélite pode ser lançado entre os dias 28 de 31, antes da data oficial

Efe e Associated Press,

25 de março de 2009 | 08h13

A Coreia do Norte pode iniciar neste fim de semana os preparativos finais para o envio de um satélite de comunicações por meio do lançamento de um míssil, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira, 25, pela agência sul-coreana Yonhap.

 

Veja também:

lista Conheça o arsenal de mísseis norte-coreano

 

Há duas semanas, o governo norte-coreano anunciou seus planos de lançar um satélite de comunicações entre os dias 4 e 8 abril em meio a suspeitas de Seul de que o lançamento possa ocultar os testes de um míssil de longo alcance. Segundo fontes militares sul-coreanas, a Coreia do Norte pode lançar o míssil a partir de uma plataforma localizada na base de Musudanri (nordeste do país) entre os dias 28 e 31 de março.

 

A Coreia do Sul se opõe ao lançamento do satélite norte-coreano, já que a tecnologia utilizada para tanto é muito similar à necessária para disparar um míssil de longo alcance. A tensão entre as duas Coreias e a oposição dos Estados Unidos e do Japão frente ao lançamento podem provocar uma crise ainda maior na região. Segundo a Yonhap, Seul estuda a possibilidade de emitir um comunicado com advertências assim que a Coreia do Norte colocar seu míssil na plataforma de lançamento.

 

Uma resolução de 2006 do Conselho de Segurança da ONU proíbe que Pyongyang realize qualquer atividade balística. Para Washington, mesmo o uso de um foguete para enviar o satélite ao espaço seria uma violação das restrições. Já a Coreia do Norte afirma que tem o direito de realizar esse lançamento e advertiu que qualquer intervenção prejudicaria as negociações pelo fim de seu programa nuclear.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do NorteCoreia do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.