Coreia do Norte quer relações amigáveis, diz líder

O governo da Coreia do Norte declarou estar pronto para aperfeiçoar relações com países "amigáveis". A afirmação, feita por Kim Yong Nam, número 2 na hierarquia local, ocorre logo antes do início do giro pela Ásia da secretária norte-americana de Estado, Hillary Clinton, que passará por Japão, Indonésia, Coreia do Sul e China."Queremos desenvolver relações com países que nos tratem amigavelmente", disse Kim Yong Nam, em um evento que comemorou o 67º aniversário do líder Kim Jong Il, segundo informações da agência oficial de notícias do país comunista, que estaria pronto para testar um míssil de longo alcance com capacidade de chegar até os EUA.Na última sexta, Hillary exortou a Coreia do Norte a não tomar ações provocativas, argumentando que Washington está trabalhando para normalizar as relações com o país, desde que em um contexto de desarmamento nuclear.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.