Coréia do Norte quer retomar diálogo com Coréia do Sul

Em uma repentina mudança de política internacional, o governo da Coréia do Norte propôs neste domingo que as negociações com a Coréia do Sul sejam retomadas o mais rápido possível."Nós queremos que o diálogo entre as Coréias do Norte e Sul sejam reabertas o mais rápido possível, para abrir uma estrada mais ampla para a reconciliação, unidade e unificação nacional", afirmou o governo norte-coreano em uma mensagem transmitida pela Rádio Pyongyang.A mensagem foi assinada por Im Dong Ok, vice-diretor da Comissão da Coréia do Norte para Unificação Pacífica da Pátria e foi enviada ao ministro da Unificação sul-coreano, Lim Fong-won.ChinaA comissão norte-coreana é uma poderosa organização, que tem a tarefa de administrar a unificação com a Coréia do Sul.A proposta é anunciada um dia antes de o presidente da China, Jiang Zemin, chegar à Coréia do Norte para uma visita oficial de três dias.Oficiais chineses disseram que Jiang vai se aproveitar da viagem para estimular as negociações de paz entre as Coréias do Norte e do Sul.VisitaO anúncio para a retomada das negociações também acontece um dia antes do Parlamento sul-coreano votar a demissão de Lim Fong-won, ministro da Unificação. Há duas semanas, uma delegação da Coréia do Sul visitou a Coréia do Norte para celebrar a independência das duas Coréias do domínio japonês.Durante a visita, alguns dos representantes sul-coreanas teriam supostamente elogiado o governo norte-coreano. Assim que voltaram da viagem, sete representantes sul-coreanos foram presos por terem violado a lei de segurança anticomunista.As conversas de paz e unificação entre as duas Coréias estão suspensas desde março, por causa de tensões entre a Coréia do Norte com os Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.