AP
AP

Coreia do Norte realiza grande funeral para Kim Jong-il

Procissão no dia frio foi acompanhada por altos funcionários e autoridades do partido governista

AE, Agência Estado

28 de dezembro de 2011 | 08h33

PYONGYANG - Dezenas de milhares de norte-coreanos se concentraram em ruas cobertas de neve, nesta quarta-feira, 28, para se despedir do falecido líder Kim Jong-il, em Pyongyang. A cerimônia oficial terminou com uma salva de 21 tiros.

A procissão no dia frio foi acompanhada por altos funcionários e autoridades do partido governista. Seu filho e sucessor Kim Jong-un ficou à frente na cerimônia. A procissão funerária começou e terminou no Palácio Memorial Kumsusan, onde o corpo de Kim ficará e onde o do pai dele, o fundador da Coreia do Norte Kim Il Sung, é preservado. Muitos populares choravam e se agitavam, sendo contido por soldados. "Como pode o céu não chorar?", disse um soldado em lágrimas à TV estatal. "As pessoas...estão todas chorando lágrimas de sangue."

As imagens de luto dão uma pista sobre a eficácia do culto à personalidade de Kim Jong-il no país, mesmo após os norte-coreanos enfrentarem grandes crises pela falta de alimentos e as Nações Unidas e outros denunciarem os abusos contra os direitos humanos. Os vizinhos da Coreia do Norte e os EUA também pressionam o país a abandonar seu programa de armas nucleares.

Kim liderava a nação comunista com dureza desde a morte de seu pai Kim Il Sung, em 1994. Kim Jong-un é agora apontado pela imprensa estatal como o "líder supremo" do partido, do Estado de do Exército. A presença de autoridades militares no funeral também sugere que o novo líder deve manter o prestígio das Forças Armadas no governo, segundo o professor Yoo Ho-yeol, da Universidade da Coreia, na Coreia do Sul.

 

As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do NorteKim Jong-ilfuneral

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.