Coreia do Norte realizará eleições parlamentares em março

Anúncio do pleito adiado desde agosto seria sinal de que a saúde de líder norte-coreano está melhorando

Efe,

08 de janeiro de 2009 | 09h33

A Coreia do Norte realizará eleições parlamentares em março, sinal de que a saúde do líder norte-coreano Kim Jong-il está melhorando, segundo afirmou a imprensa estatal sul-coreana. O país adiou ou pleito de agosto de 2008, quando o mandato de cinco anos dos membros da assembleia expirou. Segundo a agência estatal norte-coreana KCNA, o presidente da Assembleia Popular Suprema anunciou a decisão de realizar no próximo dia 8 de março o pleito. As últimas eleições foi adiada durante um período de constantes especulações sobre o estado de saúde de Kim, que segundo fontes de espionagem sul-coreanas e americanas, teria sofrido um derrame cerebral em agosto e estaria se recuperando. Especialistas sul-coreanos acreditam que o anúncio das eleições reforça a tese da recuperação de Kim e a normalização da vida política do país comunista. Segundo a Yonhap, a nova assembleia também fará um reajuste do gabinete e reafirmará o líder norte-coreano como chefe da Comissão Nacional de Defesa, que controla o Exército do país.  Acredita-se ainda que Pyongyang impulsionará a entrada de jovens economistas para promover o setor. No fim de 2008, a Coreia do Norte nomeou nove ministros nas pastas de ferrovias, agricultura, indústria e eletricidade para restaurar a economia do país comunista, que beira à ruína.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do Norte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.