Coréia do Norte reelege líder e reafirma programa nuclear

O parlamento da Coréia do Norte reelegeu nesta quarta-feira Kim Jong II como chefe de estado e aprovou a decisão do governo de "manter e fortalecer a força de dissuasão nuclear como meio justo de autodefesa para fazer frente a ataques nucleares preventivos dos Estados Unidos".Em uma sessão presidida pelo próprio Kim, a Assembléia Popular Suprema aprovou uma declaração de respaldo ao anúncio da chancelaria de que a Coréia do Norte não tem interesse ou expectativa em futuras conversas multilaterais sobre seu programa nuclear. O fim das expectativas coreanas foi anunciado na semana passada após uma reunião em Pequim da qual participaram as duas Coréias, Rússia, China, Japão e Estado Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.