The New Yor Times
The New Yor Times

Coreia do Norte reforça defesa após EUA enviarem bombardeiros

Segundo agência sul-coreana, Pyongyang também deslocou aviões para sua costa leste após dizer que Washington havia declarado guerra

O Estado de S.Paulo

25 Setembro 2017 | 23h27

SEUL - A Coreia do Norte está deslocando aviões e reforçando as defesas em sua costa leste após os EUA despacharem bombardeiros B-1B à Península Coreana no fim de semana, informou nesta terça-feira a agência sul-coreana Yonhap, citando a agência de espionagem da Coreia do Sul.

A Coreia do Norte afirmou nesta segunda-feira, 25, que os EUA declararam guerra ao país e anunciaram que poderão derrubar aviões americanos para se defender, mesmo que as aeronaves estejam fora de seu espaço aéreo. 

“O mundo todo deve se lembrar claramente que foram os EUA que primeiro declararam guerra ao nosso país”, disse o ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, em entrevista em Nova York, onde estava para a Assembleia-Geral da ONU.

Segundo ele, a declaração de guerra veio em um tuíte postado por Trump no sábado, no qual ele se referiu a Kim como “pequeno homem-foguete” e afirmou que seu regime não sobreviveria muito tempo. “Isso é claramente uma declaração de guerra, porque essas foram palavras de um presidente americano em exercício”, afirmou Ri, segundo a agência de notícias sul-coreana Yonhap News

Na entrevista, o chanceler se referiu ao voo de bombardeiros americanos B-1B em águas internacionais ao leste da Coreia do Norte, no sábado. / REUTERS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.