Coreia do Norte retira mísseis de local de lançamento

A Coreia do Norte teria retirado os dois mísseis dos locais de lançamento da costa leste do país, segundo informaram autoridades dos Estados Unidos que não quiseram se identificar. Os mísseis Musudan, como ficaram apelidados por especialistas estrangeiros, estavam posicionados para serem lançados a qualquer momento, mas "eles os retiraram", disse uma autoridade.

AE, Agência Estado

06 de maio de 2013 | 22h01

Se confirmada, a retirada representaria um alívio às tensões na Península da Coreia, diante do temor de que Pyongyang estaria pronta para testar suas armas. Duas autoridades dos EUA disseram que, com isso, não há mais ameaça iminente de lançamento de mísseis, e que a Coreia do Norte teria de se preparar antes de retornar ao status de pré-lançamento.

Em meio a terríveis ameaças, os dois mísseis foram colocados na costa da Coreia do Norte e os EUA e seus aliados, como Japão e Coreia do Sul, estavam se preparando para um possível lançamento teste durante festejos da nação norte-coreana, em 15 de abril.

Diante da ameaça, o Japão e a Coreia do Sul ampliaram suas defesas antimísseis, enquanto os EUA enviaram dois equipamentos equipados com armas antimísseis e um poderoso radar para a área onde os mísseis poderiam ser apontados. De acordo com o Pentágono, a Coreia do Norte tem centenas de tipos de mísseis de curto e médio alcance que poderiam atingir alvos no Japão e na Coreia do Sul. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
COREIA DO NORTEMÍSSILRETIRADA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.