Coréia do Sul aceita pagar petróleo para a Coréia do Norte

A Coréia do Sul anunciou nesta quinta-feira em Pequim que aceitou pagar por 50 mil toneladas de petróleo que serão doadas à Coréia do Norte como parte do processo de desarmamento nuclear de Pyongyang.O combustível faz parte do acordo energético de 1 milhão de toneladas de petróleo em troca do desligamento do principal reator nuclear da Coréia do Norte.O anúncio foi feito em Pequim por Chun Yung-woo, líder da delegação sul-coreana no processo multilateral em torno do programa nuclear de Pyongyang.Mais cedo, a China divulgou que "lamenta profundamente" a decisão americana de punir um banco de Macau por causa de suposta lavagem de dinheiro em favor dos norte-coreanos.A decisão do Departamento de Tesouro dos Estados Unidos de punir o pequeno Banco Delta Ásia coloca em risco o futuro dos esforços para que a Coréia do Norte desista de seu programa nuclear bélico.Nas negociações multilaterais do mês passado, o governo americano prometeu solucionar a questão, mas ontem o Departamento de Tesouro ordenou a todas as instituições financeiras dos EUA que suspendessem as relações com o banco de Macau."Nós lamentamos muito a decisão dos Estados Unidos", disse Qin Gang, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, em conversa com jornalistas em Pequim.A Coréia do Norte ainda não se pronunciou sobre o assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.