Coreia do Sul acusa norte de torpedear navio

Investigação sobre naufrágio de barco da Coréia do Sul em março acusa vizinho do norte de ataque em zona de fronteira.

BBC Brasil, BBC

20 Maio 2010 | 11h12

Uma equipe internacional de investigadores apresentou um torpedo que, segundo eles, é a mais forte evidência de que a Coreia do Norte atacou um navio do vizinho do sul que naufragou em março, matando 46 marinheiros.

Segundo a equipe, o torpedo, encontrado no fundo do mar em uma área de disputa, contém inscrições típicas dos armamentos norte-coreanos.

Os investigadores dos Estados Unidos, Austrália, Grã-Bretanha e Suécia, disseram que o ataque norte-coreano é a única explicação plausível para o afundamento do navio.

Após a divulgação do relatório, o governo em Seul disse que tomará "medidas duras" para pressionar o vizinho do norte com o apoio da comunidade internacional.

Pyongyang disse que o torpedo é uma evidência fabricada, e ameaçou tomar medidas mais duras se novas sanções forem impostas pelo vizinho do sul.

Quando o Cheonan afundou, em 26 de março, diversas hipóteses foram levantadas como explicação, incluindo a de que o barco havia batido acidentalmente em uma mina deixada no mar após a Guerra da Coreia, entre 50 e 53.

Tecnicamente, os dois países continuam em guerra, mas a Coreia do Norte desde o início negou envolvimento com o incidente. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
coreia do sul coreia do norte navio marinha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.