Coreia do Sul adia exercício militar devido ao mau tempo

Por causa do mau tempo, a Coreia do Sul suspendeu neste sábado as práticas de artilharia que planejava realizar na ilha de Yeonpyeong, que se localiza perto da fronteira marítima com a Coreia do Norte. A ilha foi bombardeada pelos norte-coreanos no mês passado e quatro pessoas morreram. O adiamento foi anunciado depois de a Coreia do Norte ameaçar ontem lançar um ataque ainda mais severo contra a ilha se Seul prosseguisse com suas práticas.

AE, Agência Estado

18 de dezembro de 2010 | 19h41

O governo da Coreia do Sul disse que vai realizar os exercícios de apenas um dia em algum momento até terça-feira, mas não eles não deverão ocorrer durante este fim de semana por causa do mau tempo, disse um funcionário oficial do governo que não quis identificar-se.

Os EUA apoiam a Coreia do Sul por considerar que este país tem o direito de promover exercícios militares na região, mas a diplomacia russa manifestou ontem sua "extrema preocupação" e pediu a Seul que cancelasse seus planos de treinamento para que a situação não piorasse. A Rússia pediu neste sábado uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU sobre o tema, disseram diplomatas da ONU.

Já a China, aliado-chave da Coreia do Norte, disse que se opõe firmemente a toda ação que possa agravar a tensão na península. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do Sulfronteira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.