Coreia do Sul diz que Norte enviou drones para fronteira

A Coreia do Sul informou nesta sexta-feira que encontrou evidências adicionais de que a Coreia do Norte enviou drones (aviões não tripulados) para vigilância da fronteira entre os países nas últimas semanas.

AE, Agência Estado

11 de abril de 2014 | 13h57

O Ministério da Defesa disse que, embora seu relatório não tenha sido conclusivo, era "praticamente impossível" que a aeronave veio de qualquer lugar mais longe do que a Coreia do Norte, dada a capacidade do motor, o tamanho do tanque do combustível e as condições meteorológicas durante o suposto voo.

O ministério também não encontrou evidências de que o lançamento tenha ocorrido dentro da Coreia do Sul, pois os desenhos dos drones diferem dos veículos aéreos não tripulados do país.

A Coreia do Sul descobriu três drones caíram em três pontos distintos perto da fronteira com a Coreia do Norte, a centenas de quilômetros de distância um do outro. O primeiro foi descoberto em Paju, ao norte de Seul, em 24 de março, e o segundo uma semana depois, na Ilha Baengnyeong no Mar Amarelo. O terceiro foi encontrado no domingo em uma montanha em Samcheok, a 290 quilômetros a leste de Seul.

As descobertas têm levantado dúvidas sobre a capacidade da Coreia do Sul para deter as incursões norte-coreanos em seu espaço aéreo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do SulCoreia do Nortedrone

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.