Coreia do Sul e EUA podem anunciar suspensão de manobras esta semana

Os aliados devem divulgar nos próximos dias o resultado das discussões, em resposta à promessa de desnuclearização do regime norte-coreano

EFE

17 de junho de 2018 | 03h17

SEUL - Coreia do Sul e Estados Unidos poderiam anunciar esta semana a suspensão das suas manobras conjuntas a perante a atual etapa de diálogo com a Coreia do Norte, revelou neste domingo, 17, uma fonte do Governo de Seul à agência local "Yonhap".

Os aliados devem anunciar nos próximos dias o resultado das discussões que mantêm desde que o presidente dos EUA, Donald Trump, disse após sua histórica reunião com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, que ia acabar com os exercícios, que Pyongyang considera um ensaio de invasão.

+++ Os 9 passos para realmente desarmar a Coreia do Norte

Seul e Washington teriam previsto incluir uma cláusula que lhes permitisse retomar as manobras rapidamente, disse a fonte, dando a entender que os exercícios seriam retomados se o regime norte-coreano não cumprir com seu compromisso de desnuclearização.

Trump disse em entrevista coletiva realizada após a cúpula com Kim de 12 de junho em Cingapura que deterá seus "jogos de guerra" na península da Coreia, o que alguns interpretaram como um gesto para conseguir avanços na desnuclearização do regime.

Segundo a fonte de Seul, o qualificativo utilizado por Trump, que não especificou a que manobras se referia, poderia fazer referência aos exercícios como os Key Resolve e Foal Eagle, ou o Ulchi Freedom Guardian. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.