Coréia do Sul e EUA reafirmam acordo fechado em Pequim

O ministro de Relações Exteriores da Coréia do Sul, Song Min-soon, e a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, reafirmaram o compromisso dos seus países com o acordo multilateral fechado em Pequim para a desnuclearização da Coréia do Norte, informou nesta sexta-feira, 23, a agência sul-coreana Yonhap.Song e Rice falaram na noite de quinta-feira, 22, por telefone sobre a última rodada de negociações, interrompida pela insistência da Coréia do Norte para que antes fossem desbloqueados os seus fundos congelados no Banco Delta Asia (BDA), de Macau.A Coréia do Norte se nega a participar de negociações enquanto não for confirmada a transferência dos US$ 25 milhões congelados no banco de Macau desde 2005 a pedido dos Estados Unidos.Segundo informou nesta sexta-feira o Ministério de Relações Exteriores sul-coreano, Song e Rice "compartilharam a opinião de que, embora o encontro tenha sido interrompido temporariamente por causa de problemas técnicos, o acordo de 13 de fevereiro deve continuar sendo aplicado".EUA e Coréia do Sul, além disso, "se comprometem com uma cooperação contínua na busca de progresso depois da fase inicial", disse o comunicado.Faltam menos de 30 dias para terminar o prazo em que a Coréia do Norte deve fechar seu reator nuclear de Yongbyon, em troca de ajudas energéticas.Em declarações à imprensa, Song se mostrou nesta sexta-feira confiante em poder solucionar o problema do BDA na próxima semana e assim poder aplicar o acordo no prazo previsto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.