Coreia do Sul mantém polêmicas manobras, apesar de reunião da ONU

SEUL - A Coreia do Sul reafirmou neste domingo, 19, sua intenção de desenvolver na próxima semana manobras militares no Mar Amarelo, apesar da convocação do Conselho de Segurança da ONU para tratar o aumento das tensões na península da Coreia.

Efe,

19 de dezembro de 2010 | 06h49

 

O Conselho de Segurança se reunirá neste domingo em Nova York a pedido da Rússia, depois que Seul decidiu repetir exercícios militares em águas próximas à ilha sul-coreana de Yeonpyeong, atacada pela Coreia do Norte no dia 23 de novembro.

 

Fontes militares sul-coreanas citadas pela agência Yonhap insistiram em que essas manobras militares acontecem segunda-feira, ou terça-feira, depois que as más condições meteorológicas impediram sua realização neste fim de semana.

 

Rússia e China expressaram sua preocupação com essas manobras devido à proximidade da costa norte-coreana, que está a apenas 13 quilômetros da ilha de Yeonpyeong.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do SulCoreia do Norte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.