Coréia do Sul nega que tenha pago resgate

Funcionários do governo afegão disseram ontem que o governo sul-coreano pagou um resgate de pelo menos US$ 20 milhões pela libertação dos 19 missionários seqüestrados pelo Taleban no Afeganistão. Apesar da pressão de vários órgãos de imprensa, o governo de Seul negou que tenha efetuado qualquer pagamento aos militantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.