Coréia do Sul pede à do Norte que não realize teste nuclear

O governo da Coréia do Sul pediu nesta quarta-feira ao da Coréia do Norte que não promova testes de armas nucleares, já que tal atitude poderia isolar ainda mais o regime comunista.O ministro sul-coreano das Relações Exteriores, Ban Ki-moon, disse que um eventual teste nuclear por parte da Coréia do Norte seria um acontecimento mais grave que os testes de mísseis de julho.Além disso, segundo ele, um eventual teste criaria "uma situação ameaçadora que abalaria as fundações do sistema internacional de não-proliferação de armas, isolando ainda mais a Coréia do Norte".Ban disse ser possível que a Coréia do Norte promova em breve um teste nuclear, mas esclareceu que Seul ainda precisa de mais informações sobre o assunto.De acordo com ele, a Coréia do Sul está compartilhando informações sobre o tema com outros países e vem acompanhando de perto a situação na Coréia do Norte.A preocupação com um eventual teste nuclear por parte da Coréia do Norte intensificou-se a partir da semana passada, quando a mídia americana citou autoridades locais comentando atividades potencialmente suspeitas por parte da Coréia do Norte em uma área de testes nucleares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.