Coréia do Sul promete toneladas de comida ao Norte

O governo da Coréia do Sul prometeu 100.000 toneladas de comida e mais de US$ 1 milhão para as agências das Nações Unidas, em resposta ao apelo pessoal do secretário-geral da ONU, Kofi Annan, por mais ajuda para a Coréia do Norte. Numa carta endereçada a Annan, o presidente sul-coreano Roh Moo-hyun anunciou contribuições em comida para o Programa Mundial de Alimentação da ONU, US$ 700.000 para a Organização Mundial da Saúde, para a prevenção da malária, e US$ 500.000 para o Unicef, informa comunicado da ONU, acrescentando que Annan fez um agradecimento.Agências internacionais alertaram para uma redução grave nas doações estrangeiras para programas que alimentam milhões de norte-coreanos. Os EUA, um dos maiores doadores, prometeram 100.000 toneladas de comida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.