Coreia do Sul quer vender 11 navios ao Brasil por US$ 3,5 bilhões

Segundo um funcionário sul-coreano, Marinha brasileira tem interesse em adquirir embarcações de guerra

Efe

18 de novembro de 2010 | 03h45

SEUL - O estaleiro sul-coreano Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering (DSME) pretende vender ao Brasil, por US$ 3,5 bilhões, 11 navios para reforçar a proteção dos depósitos petroleiros marítimos do país, informaram fontes em Seul.

O DSME apresentou ao Brasil uma proposta preliminar para construir os navios citados, indicou um funcionário sul-coreano à agência Yonhap, que pediu para não ser identificado.

"A Marinha do Brasil tem intenção, desde junho, de adquirir 11 navios de guerra", indicou o funcionário.

A fonte explicou que o projeto, no qual estariam interessados vários países europeus, entre eles Itália e França, tomaria forma a partir de janeiro de 2011, quando Dilma Rousseff assumirá a Presidência do Brasil.

A Marinha brasileira informou em setembro que prevê a construção, a partir de 2012, de cinco fragatas de seis mil toneladas, cinco navios de patrulha oceânica e um navio de apoio logístico de 20 mil toneladas.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do Sul, navios, Brasil, venda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.