Coréia do Sul recebe nova ameaça terrorista

Declaração publicada em um website islâmico avisa a Coréia do Sul para que retire suas tropas do Iraque dentro de sete dias, sob ameaça de atentados contra a capital, Seul. "Este é o segundo aviso para o governo da Coréia do Sul, ajoelhado perante os cruzados americanos. Vocês têm apenas sete dias ou queimaremos Seul e faremos (a cidade) desmoronar", diz o texto divulgado. Em 10 de outubro, declaração assinada pela "rede Al-Qaeda do sul e leste da Ásia" dizia que terroristas já estavam infiltrados na capital sul-coreana e aguardavam a "hora zero". O aviso anterior dava ao governo coreano 14 dias para obedecer. A Coréia do Sul completou o envio de 2.800 homens à cidade curda de Irbil no mês passado, convertendo-se no terceiro maior parceiro dos EUA nos Iraque. Em junho, Kim Sun-il, um sul-coreano que trabalhava para uma empresa fornecedora das forças armadas americanas, foi decapitado por terroristas depois que o governo da Coréia do Sul não desistiu de mandar tropas ao Iraque.

Agencia Estado,

19 Outubro 2004 | 14h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.