Coréia do Sul revisa preparativos para ataque nuclear

O Estado-Maior da Coréia do Sul recomendou ao Ministério da Defesa que reavalie a preparação do país diante da possibilidade de um conflito nuclear, informou a agência de notícias sul-coreana "Yonhap", que citou fontes militares. As afirmações foram feitas depois de o governo da vizinha Coréia do Norte ter desmentido que o país tenha realizado um segundo teste nuclear, após o de segunda-feira.Ainda de acordo com as mesmas fontes da agência sul-coreana, o país comunista considerará a imposição de um "embargo total" como declaração de guerra. Um possível embargo seria uma sanção da comunidade internacional devido ao teste nuclear realizado na segunda-feira passada na Coréia do Norte.O regime norte-coreano afirmou que o seu teste nuclear foi uma resposta à pressão dos Estados Unidos, mas ressaltou a vontade de voltar ao diálogo se a política americana de "hostilidade" mudar. Esta é a segunda vez que a cúpula sul-coreana se reúne com o Ministério de Defesa para discutir sobre os preparativos para um eventual ataque nuclear diante das ações dos vizinhos da Coréia do Norte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.